Prêmio Jorge Amado de Literatura

Aconteceu, no último mês, a cerimônia de entrega do Prêmio Jorge Amado de Literatura. O prêmio, criado pela Prefeitura de Salvador, selecionou as obras de 15 alunos da rede municipal de ensino, num total de quase 700 trabalhos inscritos. Entre os contemplados, destaque para Maria Clara, de 10 anos, com o segundo lugar na categoria Conto. A estudante escreveu o conto premiado enquanto morava na OAF e contou com o apoio e a orientação de Iolanda Bomfim, pedagoga da instituição. Além de Iolanda, também prestigiaram a solenidade a coordenadora técnica Cleide Carvalho e algumas das crianças da casa.

Impedido de comparecer à cerimônia, Jozias Sousa, diretor-presidente da OAF, fez questão de registrar sua homenagem para Maria Clara num vídeo, que foi exibido durante o evento. “Falar de Maria Clara me deixa muito emocionado, pois ela representa tudo de bom”, diz. Como um pai orgulhoso, ele fala de sua satisfação com o reconhecimento ao empenho de Maria Clara, parabenizando a ela e a todas as crianças premiadas nesta edição. Jozias ainda deixa um recado para todos os estudantes que participaram do projeto, aconselhando a se espelhar nos colegas e a manter a dedicação, que serão recompensados.

O Prêmio Jorge Amado de Literatura, criado em 2014, é uma realização da Secretaria Municipal da Educação (SMED). Além da categoria Conto, o prêmio também inclui trabalhos de Poesia, Romance, História em Quadrinhos e Videoclipe. Os três primeiros colocados de cada categoria foram premiados com R$ 4 mil para o primeiro lugar, R$ 3 mil para o segundo e R$ 2 mil para o terceiro. Os professores de cada criança premiada também foram contemplados com um tablet.