Atividades

1- Trabalho Individual de escuta
Realizado a partir da elaboração de um programa personalizado de atendimento, envolvendo aspectos de saúde, educação, interação social e interpessoal, e reintegração a sua família de origem ou substituta, além de apoio terapêutico adequado a cada criança ou adolescente abrigado.

2 – Reunião de Equipe Técnica
Realizam-se reuniões semanais com toda a equipe técnica, no intuito de trocar informações acerca do desenvolvimento de cada criança e dar andamento aos trabalhos individuais e coletivos.

3 – Capacitação de Funcionários
O trabalho de capacitação de funcionários ocorre em dois níveis: um no cotidiano, com orientações e momentos de escuta individual, e outro, em grupo, a fim de discutir questões relativas à organização física e de estrutura e dar embasamento teórico aos mesmos.

4 – Atividades Físicas
As crianças participam de atividades físicas oferecidas na escola e em projetos existentes na rede municipal no contra turno escolar.

5- Atividades de Lazer e Cultura
A entidade propicia às crianças atividades de lazer freqüentemente, levando-as a parques, cinemas, teatros, shoppings, etc, especialmente na época de férias.

6- Reforço e Apoio as Atividades Escolares:
A fim de oferecer um respaldo pedagógico intensivo, as crianças têm acompanhamento diário de uma pedagoga na realização das tarefas escolares, além de acompanhamento em eventuais dificuldades de aprendizagem; a profissional também é responsável pelo acompanhamento de todas as atividades escolares tais como reuniões, vagas e transferências escolares eventos, etc.

7 – Cursos
Profissionalizantes (adolescentes), dança, ginastica, karatê.

8 – Festas de aniversário das crianças 
Compreende-se que as crianças que são acolhidas têm um histórico de vida extremamente difícil, com perdas profundas, com fortes sentimentos de rejeição e com pouca expectativa de inserção social. Por este motivo, trabalha-se a importância da data de aniversário como algo exclusivo e bom, resgatando a individualidade e trabalhando a auto-estima.

9 – Orientação espiritual

A instituição assegura a todas as crianças iniciação religiosa, sempre contando com a comunidade local, a fim de buscar sua formação religiosa;

10- Brincar 
O ato de brincar é essencial ao pleno desenvolvimento da criança, pois além de ser prazeroso, brincando a criança aprende conceitos, aperfeiçoa a coordenação, estimula as habilidades de observação, atenção, entre outras.